Divulgação

Com cinco filmes em cartaz, o Cine Mussi exibe em outubro a mostra (des)Locamentos. As películas retratam lugares marginais na sociedade: negro, refugiado, muçulmano, mulher, travesti e sem-teto.

As condições complexas de seus personagens visam a inserção na sociedade à sua maneira, começando pelo seu local: a margem.

A mostra é uma realização do CineSesc, projeto que possui caráter sócio-educativo a partir da exibição de filmes do acervo do Sesc.

Programação

Era o hotel Cambridge – 09/10 às 18h
Direção: Eliana Caffé | 99 minutos | Ficção | Brasil | 2017
Sinopse: Refugiados recém-chegados ao Brasil dividem com um grupo de sem-tetos um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Além da tensão diária que a ameaça de despejo causa, os novos moradores do prédio terão que lidar com seus dramas pessoais e aprender a conviver com pessoas que, apesar de diferentes, enfrentam juntos a vida nas ruas.

Meu corpo é político – 09/10/2018 às 20h
Direção: Alice Riff | 71 minutos | Documentário | Brasil | 2017
Sinopse: Vivenciando o dia a dia ao lado de diversos ativistas LGBT moradores das periferias de São Paulo, o documentário faz um panorama do contexto social em que os personagens estão inseridos e de que forma sua atuação age nas ruas. Além disso, levanta questões sobre a população trans no Brasil e suas disputas políticas.

Eu não sou seu negro – 10/10/2018 às 18h
Direção: Raoul Peck | 93 minutos | Documentário | Estados Unidos, França, Bélgica, Suiça | 2017
Sinopse: O escritor James Baldwin escreveu uma carta para o seu agente sobre o seu mais recente projeto: terminar o livro Remember This House, que relata a vida e morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior. Com sua morte, em 1987, o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck. Narrado por Samuel L. Jackson.

Fátima – 10/10/2018 às 20h
Direção: Philippe Faucon | 79 minutos | Ficção | França | 2015

Sinopse: Fatima trabalha duro para oferecer o melhor futuro possível às duas filhas. Um dia, ela leva um tombo de uma escada. Imobilizada, Fatima se põe a escrever em árabe tudo o que não lhe foi possível dizer até então em francês às suas filhas.

Divinas Divas – 11/10/2018 às 20h
Direção: Leandra Leal | 110 minutos | Documentário | Brasil | 2017
Sinopse: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Holliday, Eloína dos Leopardos, Marquesa e Brigitte de Búzios formaram, na década de 1970, o grupo que testemunhou o auge de uma Cinelândia repleta de cinemas e teatros. O documentário acompanha o reencontro das artistas para a a montagem de um espetáculo, trazendo para a cena as histórias e memórias de uma geração que revolucionou o comportamento sexual e desafiou a moral de uma época.