Mulher é condenada a 20 anos de prisão em regime fechado por morte de idoso

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

 88 visualizações,  4 views today

A autora do latrocínio de João Pires de Souza, mais conhecido como “Dão”, ocorrido em abril deste ano, foi condenada pela justiça a cumprir 20 anos de prisão em regime fechado.

Luciana Cássia da Silva Esteves, 29 anos, teve ainda seu pedido para responder em liberdade negado. Ela está presa desde abril quando foi capturada durante tentativa de fuga.

Relembre o caso:

No dia 06 de abril, João Pires de Souza, 72, foi encontrado morto em sua residência no bairro Magalhães. A autora do crime “estrangulou e colocou um travesseiro sobre a cabeça do homem”, explicou à época o delegado Bruno Fernandes, da Divisão de Investigação Criminal (DIC), de Laguna, que comandou as investigações.

A captura de Luciana aconteceu dias depois, em 10 de abril, quanto tentava fugir para o Rio de Janeiro. Ela foi presa em ação conjunta das polícias Civil e Rodoviária Federal, quando passava pela cidade catarinense de Barra Velha.

Notícias relacionadas