Foto: Muriel Ricardo Albonico/ESGA – DNIT/SC

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) vai manter trabalhos de recomposição do pavimento com aplicação de microrrevestimento asfáltico sobre as pistas da Ponte Anita Garibaldi, na BR-101 Sul, durante o final de semana. Neste sábado, 29 e domingo, 30, a continuidade dos serviços vai alterar a configuração do tráfego de veículos na travessia. Caso chova, toda a logística será cancelada.

As melhorias são feitas em toda a extensão das pistas elevadas na estrutura, recobrindo a camada superficial. Com isso, a ponte terá trânsito com restrição em faixas de rolagem para abrir frente aos serviços em execução. Os motoristas devem considerar trabalhos sobre pistas a partir das 06 horas, com encerramento das atividades às 18 horas.

Para que seja aberto espaço para a logística das atividades, uma das faixas de rolagem está sendo interrompida por espaço de tempo determinado, delimitada pela sinalização vertical provisória. Esse espaço isola os trabalhos do fluxo de veículos, resguardando a segurança de todos e fazendo com que o tráfego de veículos flua. Dentro do espaço cerceado pela sinalização provisória há sinais de advertência indicando a redução no limite de velocidade. Nas pistas duplicadas, os veículos de pequeno porte podem transitar até 110 km/h e os de grande porte tem limite máximo de 90 km/h. Nos espaços em obras, esse limite passa a ser de 60 km/h para todos os tipos de veículos.

O pavimento microrrevestido não substitui as três camadas asfálticas que compõe as pistas duplicadas da BR-101 Sul. Em alguns pontos, o revestimento tradicional chega a 20 cm, enquanto o pavimento em avaliação chega a ter 1,5 cm. Pela reduzida dimensão, mesmo em grandes extensões, o revestimento adequa-se ao traçado de pistas, sem sobressaltos. As vantagens do uso deste tipo de processo estão ligadas a maior segurança, ao maior nivelamento da pista, preservação de ralos, bueiros e caixas de inspeção, menor geração de poluentes, maior adesão ao pavimento existente. Com o uso do microrrevestimento a frio, a retenção de tráfego é reduzida bem como a impermeabilização de trincas é feita com maior eficiência.

Como todas as atividades são realizadas em campo aberto, ficam sujeitas às condições do tempo: em caso de instabilidade, os trabalhos são suspendidos e retornam somente com dia ensolarado. Os motoristas precisam atentar e redobrar os cuidados, pois todas as obras são realizadas sobre as pistas e vias laterais, com equipamentos e profissionais em movimentação constante.

Os trabalhos de recomposição do pavimento das pistas na Ponte Anita Garibaldi vão continuar na próxima semana, dentro das condições de tempo estável. Com chuva, o microrrevestimento asfáltico não pode ser aplicado e secado, devido a umidade nas bases. Para mais informações, a autarquia mantem canais de interação para usuários, mantido pelo consórcio Concremat-Tecnosolo (Gestora Ambiental da BR-101 Sul), através do atendimento gratuito pelo telefone 0800 6030 101 e pelos links úteis no site 101sul.com.br.

A Ponte Anita Garibaldi (Ponte de Laguna) tem 2.830 metros de extensão, liberada ao tráfego de veículos desde julho de 2015. Ela faz a travessia sobre o Canal de Laranjeiras, no limite dos municípios de Laguna e Pescaria Brava, e está localizada entre o km 312,9 o km 315,73.